sábado, 24 de março de 2012

Festival da Tilápia começa segunda-feira em Salvador


Essa para dar água na boca. Começa segunda-feira, 26, em Salvador e seis cidades do interior da Bahia, o 3º Festival da Tilápia, evento gastronômico cuja estrela é um peixe de alto valor protéico e do qual vão participar 44 restaurantes. O lançamento oficial do evento terá duas cerimônias: uma hoje, na ExpoConquista 2012, em Vitória da Conquista, com a presença do governador do estado, Jaques Wagner, e outra na próxima quinta-feira, em Salvador, no restaurante Yemanjá, localizado na Praia de Armação.

De acordo com os promotores, pelo menos 20 cooperativas de produtores baianos de tilápia devem participar . A Bahia é o maior produtor da região Nordeste e um dos objetivos do festival é ampliar o interesse gastronômico pelo pescado, inserindo as novas receitas no cardápio dos restaurantes. “O Festival da Tilápia vem com o propósito de enobrecer a carne do peixe na gastronomia e gerar sustentabilidade para o setor de aquicultura familiar”, explica o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Luiz Henrique do Amaral, instituição parceira do evento.


Vá se preparando: os pratos criados para o Festival da Tilápia terão preços que variam de R$ 15 a R$ 55. Em Salvador, já garantiram a criação de novas receitas os restaurantes 496 Grill, Baby Beef Bahia, Baby Beef Express, Baby Beef Gamboa, Bombordo, Caminho de Casa, Cantina da Lua (Terreiro de Jesus), Carlotta, Casa da Dinha (Rio Vermelho), Chez Bernard (Ladeira da Barra), Gibão de Couro, Grande Sertão (Costa Azul), Jerimum, Juca Cipó, Ki Mukeka (Praia de Armação), Outback Steakhouse, Petit Bernard, Saúde Brasil, Senac (Pelourinho). Em Lauro de Freitas, (Região Metropolitana de Salvador) participam o All Saints e Torre de Pizza.

Vá imaginando: na tilápia à moda do Chef, do restaurante Chez Bernard (Barra), o pescado é servido com sauté de espinafre, batata e molho de uva. Já a tilápia grelhada ao molho de tamarindo, da Casa da Dinha (Rio Vermelho), o filé de tilápia grelhado é servido ao molho de tamarindo, acompanhado de feijão fradinho, arroz e farofa.

O festival é promovido pela Bahia Pesca, empresa ligada à Secretaria Estadual da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri). Veja os restaurantes das demais cidades participantes (Camaçari, Ilhéus, Porto Seguro, Paulo Afonso e Vitória da Conquista) no site oficial de turismo da Bahia.

Um comentário:

ED FERREIRA disse...

Festival de tilápia?

Esta conta não fecha?
Na verdade o que esta por trás do festival da tilápia promovido pela Bahia Pesca, empresa vinculada à Seagri e ao Governo do Estado, em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), não tem uma lógica!, não passa de uma peça de um grande jogo de marketing político para ganhar espaço na mídia. Se há uma demanda reprimida de pescados o que temos que estimular é a produção com alternativas de custos mais baixos para estimular mais os produtores e não os consumidores? Geralmente promovemos festivais quando há uma grande produção e que precisamos conquistar o mercado o que não vem ao caso. Hoje a produção de tilápia tem um custo/beneficio com uma margem irrisória de lucro em função do elevado preço dos insumos,desestimulando os médios e grandes produtores,deixando o encargo para os agricultores familiares que tem uma produção pequena para sustentar sua família e vendendo o pequeno excedente.

O que realmente a Bahia Pesca deveria buscar, junto a outras instituições era baixar os custos das rações e ao invés de distribuir alevinos, deveria distribuir o alevinão (dois meses) para diminuir os custos do agricultor familiar.
www.photossintese.blog.br